Brasília, 18 de janeiro de 2022 às 00:36
Selecione o Idioma:

Colômbia

Postado em 28/10/2021 7:17

Dias após detenção do líder Otoniel, 28 membros do Clã do Golfo são capturados na Colômbia

.

AMÉRICAS

Sputnik – Vinte e oito supostos membros do Clã do Golfo foram capturados pela Força Pública da Colômbia, dias após a detenção do líder da organização criminosa, Dairo Antonio Úsuga David, vulgo Otoniel, que será extraditado para os EUA.

Dessas 28 detenções, 17 foram realizadas nos municípios colombianos de Riohacha e Dibulla, no departamento de La Guajira no norte do país, e as 11 restantes no departamento de Santander, no noroeste.

O Exército, a polícia e a Procuradoria participaram da operação. O ministro da Defesa, Diego Molano, escreveu em sua conta no Twitter que “o Clã do Golfo está afundando”.

“Ou eles se submetem ou nós os neutralizamos”, avisou Molano.

​O Clã do Golfo está afundado. 28 membros da estrutura criminosa foram capturados; 17 deles em La Guajira e 11 em Santander e arredores. A Força Pública fica furiosa contra esses criminosos. Ou eles se submetem ou nós os neutralizamos. Sem descanso para a segurança dos colombianos.

As Forças Militares da Colômbia informaram que os detidos cometeram assassinatos seletivos e extorsões de comerciantes da região. Além disso, controlavam as rotas do narcotráfico e do microtráfico em setores de La Guajira como Mingueo, La Punta de los Remedios, Palomino e Río Ancho.

Entre o material apreendido estão dois fuzis, duas pistolas, 580 cartuchos de calibres diferentes, dois laptops, 311 folhetos relacionados à captura de Otoniel, uma pasta com dados pessoais e uma moto.

O Clã do Golfo é considerado o maior grupo de narcotraficantes da Colômbia. Segundo o governo colombiano, o grupo é responsável pelo envio de toneladas de cocaína aos Estados Unidos, além de criar uma rede criminosa dedicada a recolher pagamentos de extorsão de empresários.

Comentários: