25.5 C
Brasília
quarta-feira, 24 julho, 2024

Cúpula Rússia-África de 2023: aspectos-chave que você precisa saber

u© Sputnik

Sputnik – A Segunda Cúpula Rússia-África e o Fórum Econômico e Humanitário ocorrerão na cidade russa de São Petersburgo, de 27 a 28 de julho. Quais assuntos estarão em foco no evento e qual mensagem a cúpula enviará ao Sul Global?

A Cúpula Rússia-África busca ser uma continuação da reunião similar de 2019, que contou com a presença de 43 líderes africanos, para manter o diálogo global entre os países do continente e Moscou.

Como o formato foi estabelecido?

A ideia de criar a plataforma para cooperação russo-africana foi anunciada pela primeira vez por Vladimir Putin, presidente da Rússia, em julho de 2018 em Joanesburgo, durante o encontro com os líderes do BRICS, bloco que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.
Em outubro de 2019, a declaração conjunta dos Estados africanos e Rússia estabeleceu o Fórum de Parceria Rússia-África a fim de coordenar os laços russo-africanos. Particularmente, designou a Cúpula Rússia-África como seu órgão supremo a ser convocado uma vez a cada três anos. As partes também concordaram em realizar consultas entre ministros das Relações Exteriores no período entre as cúpulas.

Quantos Estados africanos participarão do evento?

Quarenta e nove delegações de Estados africanos e de associações de integração regionais e sub-regionais, como a União Africana, confirmaram até agora a sua participação na Segunda Cúpula Rússia-África.

O que está na agenda do fórum de 2023?

A Segunda Cúpula Rússia-África será realizada sob o lema “Pela paz, segurança e desenvolvimento”.
Espera-se que os participantes do fórum discutam:

– parceria Rússia-África para ajudar o continente a alcançar a “soberania alimentar”, alternativas ao acordo de grãos e novos corredores logísticos para os alimentos e fertilizantes russos;

– reforço da cooperação comercial, econômica, cultural, educacional, científica e de segurança entre a Rússia e os Estados africanos;

– potencial adesão da África ao Corredor Internacional de Transporte Norte-Sul;

– participação da Rússia em projetos de infraestruturas africanos;

– aprovação do Plano de Ação do Fórum de Parceria Rússia-África para 2026.

No total, cinco documentos estão previstos para assinatura na cúpula, de acordo com o embaixador especial russo, Oleg Ozerov. Além do Plano de Ação do Fórum de Parceria Rússia-África para 2026, os participantes adotarão uma Declaração Política Geral e três documentos relacionados à luta contra o terrorismo, ao não envolvimento de armas no espaço e à segurança da informação internacional.

Presidente da Rússia, Vladimir Putin - Sputnik Brasil, 1920, 24.07.2023

Panorama internacional

Putin assegura que Rússia poderá substituir grãos ucranianos de forma comercial e gratuita

ÚLTIMAS NOTÍCIAS