Brasília, 17 de setembro de 2021 às 19:52
Selecione o Idioma:

Papo do Dia:

Cuba

Postado em 31/01/2020 8:48

Cuba: Para o amigo sincero, a alma e a mão franca

.

Mais bonitas do que nunca mostraram-se as rosas brancas e vermelhas das oferendas florais que, dedicadas a José Martí pelo primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, general-de-exército Raúl Castro Ruz e o presidente da República, Miguel Díaz- Canel Bermúdez, foram depositadas no 167º aniversário do nascimento do Apóstolo, no cemitério de Santa Ifigênia.

A homenagem também incluiu oferendas de flores de Esteban Lazo Hernández, presidente da Assembleia Nacional do Poder Popular e do Conselho de Estado, e o povo de Cuba.

Marcaram presença os membros do Comitê Central do Partido Lázaro Expósito Canto, primeiro secretário do Partido Comunista na província, e Beatriz Johnson Urrutia, membro do Conselho de Estado e governadora deste território.

MARTIANOS DO CORAÇÃO

De lenços, bandeiras, personagens da Idade do Ouro e protagonistas dos versos de José Martí vestiram todos os territórios do país em 28 de janeiro, na homenagem dos pioneiros ao Herói Nacional.

O desfile central, realizado na Praça da Revolução de Havana, foi presidido por Olga Lydia Tapia, membro do secretariado do Comitê Central do Partido, Susely Morfa González, primeira secretária da UJC; Ena Elsa Velázquez, ministra da Educação, bem como Liudmila Álamo Dueñas, membro do Bureau Provincial do PCC.

Rosa María Ramírez Montero, presidente nacional da Organização dos Pioneiros José Martí, lembrou a universalidade do Apóstolo e a necessidade das novas gerações continuarem o exemplo de seus ideais.

Jistamente ao meio-dia do dia 28 de janeiro, a saudação de artilharia militar e o passe de revista foram realizados na Praça de Armas da fortaleza de San Carlos de la Cabaña, em homenagem ao Herói Nacional de Cuba.

A cerimônia dos 21 tiros de canhão — que também foram disparados simultaneamente em Santiago de Cuba por uma bateria do Exército Oriental — foi presidida por chefes dos Ministérios do Interior e das Forças Armadas Revolucionárias (FARs) e realizada por um bateria de artilharia da Escola Interarmas das FAR, Antonio Maceo, Ordem Antonio Maceo.

Comentários: