Brasília, 2 de dezembro de 2021 às 13:46
Selecione o Idioma:

Especiais

Postado em 01/06/2021 6:59

Coréia do Norte: O que de bom não é publicado na mídia ocidental

.

Se a pandemia permitir, em abril ou maio de 2022 um grupo de jornalistas da Bahia e de Brasilia estarão visitando a a China e de lá, uma parte do grupo visitará a  Coreia do Norte. A viagem contará com o apoio da Embaixada da Coreia do Norte no Brasil onde conversações estão sendo mantidas com o embaixador Kim Chol-Hak

Abaixo, alguns aspectos socioeconômicos e políticos positivos do socialismo da Coreia do Norte,  que são desconhecidos no ocidente, e extraídos da palestra do historiador Raul Carrion, cujo link está no final.

Por César Cantu

–    –        100% de acesso à água e esgoto;

–        Esperança de vida em 2014: 74,0 (Brasil 74,7 anos);

–        Saúde universal e gratuita a todos desde 1953;

–        O país não foi atingido pela pandemia da Covid 19;

–        Amplo sistema de seguro e aposentadoria especial;

–        Aposentadoria da mulher aos 55 anos e homens aos 60 anos;

–        Sistema de amparo aos idosos e crianças sem recursos;

Coreia do Sul deu salto ao priorizar ensino básico

–        Ensino gratuito e obrigatório por 12 anos (1 ano pré-escola, 5 anos fundamental, 3 anos secundário e 3 anos secundário superior);

–        Ensino universitário de 4, 5 ou 7 anos dependendo do curso, com bolsas de estudo integral para os carentes. Em 2014, eram 8,5 milhões de estudantes, com atividade de contra fluxo (Complemento prático);

–        Cada cidadão pode escolher a sua profissão e tem assegurado emprego estável com salário de acordo com a qualidade e nível de esforço físico do trabalho. Não há igualitarismo salarial mas, também, não há diferenças discrepantes de salários. Remunera-se mais, não apenas o trabalho qualificado, mas, também, o trabalho penoso.

–        Todos com moradia, saúde e educação gratuitos e transporte subsidiado;

–        Não há mendicância;

–        Jornada máxima de 8 horas sendo reduzida para condições especiais de trabalho;

–        Proibido o trabalho para menores de 16 anos;

–        Descanso semanal de um dia e férias de 20 dias;

–        Desde 1946, a Constituição garante os mesmos direitos e posição das mulheres em relação aos homens;

–        Licença pré-natal, pós-natal e mães com vários filhos possuem redução na jornada de trabalho;

–        Ampla rede de maternidades, creches e jardim de infância;

–        O Estado apoia o matrimônio e a Constituição estabelece a família como a unidade básica da sociedade;

–        Existem três partidos: Partido do Trabalho da Coreia (Do governo), Partido Social Democrático Coreano (Desde 1945), e o Partido Shondoísta (1946);

O rato que ruge: um raio X das forças armadas da Coreia do Norte | Super

–        O serviço militar, de 2 a 3 anos, não é obrigatório. As Forças Armadas envolvem-se com a construção de grandes obras de infraestrutura;

–        Existem liberdade religiosa e de culto, havendo diversas religiões no país;

–        Inviolabilidade da residência e sigilo da correspondência;

–        Ninguém pode ser preso sem o domínio da lei;

–        Liberdade de residência e de viagem, direitos autorais e patentes;

–        As leis de imigração não são mais rigorosas do que as de outros países com ameaça de guerra e terrorismo;

Mesmo se as condições acima não sejam, rigorosamente, existentes, há uma grande discrepância em relação ao que se publica no ocidente.

Comentários: