19.2 C
Brasília
segunda-feira, 22 julho, 2024

Candidata presidencial peruana pode ser eliminada de disputa

Lima, (Prensa Latina) Um tribunal eleitoral escutará hoje os alegados em prol da candidata presidencial favorita das pesquisas no Peru, Keiko Fujimori, em um processo de exclusão que pode a deixar fora da concorrência pelas eleições do 10 de abril.

O Júri Eleitoral Especial de Lima deu prazo até hoje a aspirante ao abrir ontem à noite o processo pela suposta vulneração da Lei de Organizações Políticas, que proíbe a entrega de dinheiro ou outros benefícios em atividades partidaristas.

A decisão da corte de primeira instância baseia-se em um relatório da Direção de Fiscalização do Júri Nacional de Eleições (JNE), segundo o qual existem elementos suficientes para a abertura do processo de exclusão.

O relatório assinala que Keiko Fujimori encabeçou um evento partidário, um concurso de dance juvenil, cujos ganhadores receberam prêmios em dinheiro, ainda que a candidata alegue que não os entregou diretamente e que o evento era cultural estava a cargo de “Fator K”, um grupo juvenil alheio a seu partido, Força Popular.

No entanto, o relatório estabeleceu que teve propaganda eleitoral e que Força Popular financiou a “Fator K” e a lei sanciona com a exclusão a entrega direta ou indireta de dinheiro ou outras bonificações.

Importantes setores e um vigoroso movimento juvenil contrário à eleição de Fujimori, por sua vinculação com o governo de mão de ferro de seu encarcerado pai, Alberto, pedem ao júri eleitoral que elimine a candidata.

Alegam que a corte deve lhe aplicar o mesmo rigor que usou no caso do candidato César Acuña, excluído por doar dinheiro em atividades partidárias, ainda que a candidata disse estar tranquila porque não entregou dinheiro diretamente.

O processo acentuou a incerteza em torno do processo eleitoral, pese a que representantes dos partidos em pugna e o tribunal ético eleitoral assinaram ontem um compromisso que o respalda e descarta a postergação das eleições.

Diversos analistas assinalam que se a corte eleitoral exclui Fujimori, pode ter reações de seus seguidores e ficará fora a candidata de um vasto setor de eleitores, mas se não o faz, podem ser dado protestos de seus opositores.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS