Brasília, 18 de outubro de 2021 às 05:04
Selecione o Idioma:

Turismo

Postado em 02/10/2021 9:10

Bôra ali no Caribe da Baía? O paraíso é aqui.

.

Fotos: Janaina Gusmão

Por: Angélica Parras/Especial para Revista Pelo Mundo

Roteiros na Baía de Todos os Santos, próximos a Salvador, podem ser percorridos em curto período e atraem baianos e turistas

                   

LEGENDAS DAS FOTOS (SENTIDO HORARIO)
Foto 1 Ilha das Vacas
Foto 2 Ponta de Nossa Senhora , Ilha das Vacas
Foto 3  Praia da Luiza, Ilha dos Frades
Foto 4 Praia da Pontinha, Ilha de Bom Jesus dos Passos
Foto 5 Ponta de Nossa Senhora, Ilha dos Frades
Foto 6 *essa foto está* *repetida
*
Foto 7 Igreja do Loreto, Frades
Foto 8 Igreja de Senhor dos Passos, Ilha de Bom Jesus dos Passos
Foto 9 Praia da Pontinha
Foto 10 Praia da Luiza
Foto 11 Ponta de Nossa Senhora
Foto 12 Praia do Loreto
Foto 13 Praia do Loreto
Foto 14 Piscinas Naturais da Costa
Foto 15 Paramana
Foto 16 Ilha Maria Guarda
Foto 17 Loreto
Foto 18 Pier do Loreto
Foto 19 Praia da Luiza , Ilha dos Frades
Foto 20 Ilha de Maria Guarda
A modalidade de viagens feitas em períodos curtos tem se apresentado como alternativa de lazer, principalmente para pessoas que gostam de explorar novos roteiros.
Próximos a Salvador, as opções são muitas,  e o melhor: “São logo ali”, como costuma definir o artista plástico soteropolitano Sandro Costa, frequentador dos recantos da Baía de Todos os Santos (BTS), que estão fazendo fama como “Caribe Baiano”, ou “Caribe da Baía”.
Alguns pontos ainda pouco explorados estão distantes cerca de uma hora de viagem da capital. Um bom exemplo é a região das ilhas pertencentes a Salvador, com acesso feito via Madre de Deus, outro município.
Nesse quadrilátero de ilhas de limites intermunicipais é possível fazer passeios de barco, visitando até três ilhas diferentes em um único dia. Porém,  se existir disposição dá para conhecer até cinco pedacinhos de paraíso.
Todo roteiro é feito a partir do Terminal Marítimo de Madre de Deus, distante 74,5 via BR 324 – BA-523/BA-531, percorridos de ônibus, que parte do Terminal Rodoviária de Salvador, ou de carro em pouco mais de 60 minutos.
De lá, existe a opção de seguir de barco de transporte coletivo (passagem custa R$ 4,50 + tarifa de embarque de R$ 1,30) até a Ilha de Bom Jesus dos Passos, Loreto/Paramana – Ilha dos Frades (Salvador) ou Maria Guarda (Madre de Deus). Porém, dessa forma, o passeio pode ficar limitado a apenas uma das localidades.

Aluguel de barco

Reservar barcos para fazer o roteiro mais amplo é o que pode existir de melhor para quem quer diversão garantida, a custo que cabe no bolso, sobretudo se a viagem for feita em grupo.
A partir da Ilha de Bom Jesus dos Passos, a menor delas, mas com maior opção de serviços de hospedagem e gastronomia, muitos barqueiros cumprem os roteiros com muita eficiência, cordialidade e disposição oferecendo paradas para banhos em praias maravilhosas com águas calmas, mornas e transparentes; emolduradas por vastas áreas de manguezais e mata atlântica preservada. São paisagens de tirar o fôlego de tanta beleza. O pôr do sol, então? Deslumbrante!
Os preços devem ser combinados antes, na mesma antecedência do agendamento. Isso porque a procura é grande.

Ilha de Bom Jesus dos Passos, Bomja para os íntimos

É um charme de ilha e uma das menores da BTS. A calma do lugar, onde o cantor e compositor Gerônimo (É D’Oxum) cresceu  está no ar, sobretudo porque não existe automóveis nas ruas. Aliás, dois modos de turismo contemplativo que merecem destaque.
São duas praias para banhos inesquecíveis. A famosa praia da Pontinha e a Praia do Nordeste. Cada uma com sua peculiaridade A primeira de águas calmas e cristalinas é de maior extensão, circundada por um promenade altamente instagramável.
Pontinha acumula uma infinidade de conchas com cores e formatos variados, espalhadas por toda extensão de areia. É bonito de ver, mas inspira cuidados ao pisar. A recomendação é uso de calçados para prevenir acidentes.
Perto dali, na Marina quatro opções de restaurantes, lojas de roupas, decoração, bijuterias e peças feitas com conchas encontradas na região.
A praia do Nordeste também tem banho delicioso, mas é de maior burburinho e o bacana: dá para sentar à sombra de uma das árvores frondosas do gramado e pedir aquela cerveja ou tira-gosto.
Ao redor de Bomja os passeios são os melhores: Fazer a volta à ilha de barco, caiaque ou standuppeddlle (SUP),  pegar um táxi náutico apelidado na linguagem local de UberU e atravessar o canal para conhecer as praias do Lopes, Luiza ou do Loreto, na ilha dos Frades. Ou ir mais além. Mais adiante conto tudo.

Deu fome?

A culinária de Bomja merece elogios e surpreende aos mais exigentes paladares.O restaurante Das Águas, na Marina do Brito, é dono de dois troféus Panela de Bairro (2019/2021).  Os pratos fogem ao convencional: Moqueca de Fruta Pão e Mariscada Nativa.
Depois de comer, a caminhada até o Centro de Artesanato Popular, que fica no outro extremo do promenade da Pontinha,  fecha o dia e permite contemplar  o espetáculo do pôr do sol.
Aproveitando o momento, cumpre saborear açaí, drinks, petiscos ou comer um hambúrguer de siri que tem receita secreta, a qual até no Senhor Sirigueijo, personagem da animação Bob Esponja, deve estar empenhado em descobrir a fórmula.
Além do roteiro praiano, conhecer a pequena ilha e sua gente é uma experiência muito agradável. O “walking tour” ou aluguel de bicicleta é uma boa pedida.
Vale muito a pena percorrer as ruas de casas coloridas, vasos de flores e jardins nas calçadas e parar para um descanso  na Rua do Nordeste ou em frente a igreja.
Ali, se quiser,  espere pacientemente as donas do Na Larica abrirem as portas para servir vinhos e as deliciosas massas e hambúrgueres artesanais.
Mas tem também o Restaurante Casa da Vovó, na praça central, atrás da Igreja, onde a vida acontece de dia ou de noite. Tem mesa na sombra, cerveja gelada, comida afetiva e atendimento com sorriso largo.
Na espera do dia anoitecer pode-se torcer para a chef Vanessa Soares (aquela que é bicampeã do Panela de Bairro) se vestir de pizzaiola. É de surpreender os profissionais do bairro do Bexiga, em São Paulo.
Tem muita opção aos finais de semana. Durante a semana dá pra se virar no delivery de pizza, acarajé, salgadinhos, massas etc.
Ainda tem a Neuza, que faz comida caseira e está sempre disposta a preparar, a qualquer hora, deliciosos pratos de moquecas e Mariscada com preço e sabor que são santos. A casa dela é na Rua da Igreja, em frete a Casa do Tamarineiro.

Se quiser dá pra ficar

Se o viajante de um dia quiser programar permanência por período maior,  tem opções boas de hospedagem.
O Hostel Boutique Casa do Tamarineiro funciona em sistema de hostel pela descontração e proposta, mas tem quartos suítes com banheiro privativo e quartos grandes com banheiro exclusivo, para hospedar aqueles que viajam em turma. Depois da Pandemia da Covid19, passou a não permite mais compartilhamento das acomodações, entre pessoas que não estejam no mesmo grupo.

A Pousada DiLuis tem posto. Durante muitos anos foi a única do lugar. As instalações são amplas, tem piscina e sala de TV. A BomjaVillage é uma charmosa pousada com piscina e restaurante. “Em Bomja tudo pode ocorrer. Às vezes a gente vem só passar um dia e acaba morando”, digo isso de cátedra.

Muitas ilhas e surpresas

A Ilha dos Frades é uma imensidão de terra, rodeada de águas transparentes e quentes, mata atlântica e manguezais preservados. Sua forma tem cinco pontas. Em cada uma delas um recanto de beleza.
A badalada Ponta de Nossa Senhora é certificada ambientalmente pela Bandeira Azul. A praia de areia limpa tem serviço de bar, vindo dos restaurantes que ficam no topo do frontispício. É lá que a famosa Chef Angelucci Figueiredo instalou o fantástico Restaurante Preta, que figura entre os melhores do país.
Para chegar, dá para ir andando pela praia, a partir da Praia do Loreto ou Paramana, depende da maré. Mas alugar um barco ainda é a melhor pedido em Bomja, justificada pelo roteiro.
Na Ponta de Nossa Senhora e Loreto, duas igrejas do século XIX totalmente restauradas guardam a história da ocupação dos jesuítas em terras dos índios tupinambás.
No acesso a essas localidades é cobrado taxa de manutenção, no valor de R$ 25,00 por pessoa, que vale cada centavo pago, dada a limpeza, beleza e cenário de conservação e preservação feito pela Fundação Baía Viva.
Nos Frades as praias são paradisíacas. Depois de Paramana tem Costa, Tobá, Tobazinho, Viração (a preferida dos presidentes), Ponta de Nossa Senhora, Tapera … É muito lugar ainda inexplorado.
Na frente da Praia da Costa estão as piscinas naturais que devem ser visitadas na maré baixa.
Outra ilha pequena e charmosa é a de Maria Guarda. A presença turística é mais de pessoas que vivem nos arredores, mas a comida é boa, os preços são honestos e a recepção é calorosa.
Na Ilha das vacas apenas um casarão mostra que ali o lugar tem dono. É uma ilha particular, com uma praia deliciosa chamada Ponta do Navio.
Depois daí tem uma outra infinidade de lugares a serem roteirizados. Se quiser visitar tem que conversar com moradores locais, porque demanda conhecimento e disposição.

Serviço:

Para chegar em Madre de Deus o percurso partindo de Salvador tem 74,5 via BR 324 – BA-523/BA-531.
Do Terminal Rodoviário de Salvador  –
Empresas Jauá
Acesse: https://www.viacaojaua.com.br/
Para conferir horários e valores da passagem.
O acesso para Bom Jesus dos Passos se dá pelo mar, através de embarcações que partem do Terminal Porto do Mirim, em  Madre de Deus.
De segunda à domingo às partidas são a cada 30 minutos, das 7:00h às 18:00h
bilhete R$ 4,50 + R$ 1,30 de taxa de acesso ao Pier.

Onde comer:

Marina do Brito:
Restaurante Das Águas l Cantinho da Sheila | | João do Pirão | Restaurante do Renan
Porto do Bilito:
Tarrafas Café | Point do Galego | Açaí da Praça| Cantinho da Marinalva | Hambúrguer do Nando
Praça Comendador Neiva:
Na Laricas’s Gourmet| Casa da Vovó| Boêmias Bomja
Nordeste:
Castilhos Restaurante
Sorveteria Sabores de Bomja

Onde se hospedar:

Hostel Casa do Tamarineiro
71 991656772
@casadotamarineiro
Pousada DiLuis
71 9961-2919
BomjaVillage
71 9925-4142
@bomjavillage
Passeio de Barco

Receptivo Entre as Ilhas

Marina do Brito
+55 71 9251-7302
@entreasilhas

Comentários: