14.5 C
Brasília
quinta-feira, 18 julho, 2024

Bolívia: General golpista é preso

O já demitido chefe do Exército, Juan José Zúñiga, dentro de um veículo blindado na Plaza Murillo, em La Paz, Bolívia, em 26 de junho de 2024.

HispanTV – O demitido chefe do Exército boliviano, Juan José Zúñiga, que liderou a tentativa de golpe na Bolívia, foi preso na noite de quarta-feira.

Sua prisão ocorre depois que a Procuradoria Geral do Estado da Bolívia iniciou  uma investigação contra ele, bem como contra o restante dos militares que participaram do golpe de Estado “fracassado” contra o governo de Luis Arce nesta quarta-feira.

O agora ex-chefe do Exército invadiu o Palácio Presidencial de La Paz com um grupo de militares e ameaçou assumir a sede do Executivo e trocar o gabinete.

Zúñiga está agora a ser investigado pelos alegados crimes de terrorismo e revolta armada.

O grupo de soldados e vários veículos blindados  começaram a retirar-se  das imediações do palácio presidencial, depois de o presidente do país ter nomeado um novo alto comando militar na sequência desta tentativa de golpe de Estado.

O novo comandante do Exército, José Sánchez, ordenou que os soldados mobilizados regressassem às suas unidades e garantiu o apoio ao governo legalmente constituído.

Arce, junto com seus ministros, permaneceram na sede do Poder Executivo durante as mais de duas horas desta tentativa de golpe.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS