Brasília, 21 de outubro de 2021 às 02:36
Selecione o Idioma:

Sem Titulo

Postado em 23/05/2018 11:53

Arreaza: Nenhuma medida coercitiva intimidará o povo bolivariano

.

Caracas,  AVN

Com o processo eleitoral do último domingo, o povo venezuelano fortalece a democracia e demonstra que não será intimidado por nenhum tipo de medida coercitiva, disse nesta segunda-feira o ministro das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, em relação às novas sanções da Casa Branca contra a Venezuela.

Após terminar uma reunião com represententes da União Africana, Arreaza informou que o presidente estadunidense Donald Trump tomou “novas sanções contra a dívida pública venezuelana, contra os bônus venezuelanos” para que o “Estado não tenha a capacidade de liquidar ativos no território estadunidense”.

Arreaza denunciou que os EUA querem continuar forçando medidas ilegais e contra o direito internacional para torcer o braço do povo venezuelano.

“O povo venezuelano mostrou ontem que não somente seu braço está firme, mas que tem uma grande musculatura para fortalecer sua democracia, sua independência, sua soberania e que não há nenhum tipo de medida restritiva, de medida coercitiva, unilateral, nenhum tipo de pressão— nem sequer de outras potências, deses comandante em chefe que ameaça com o uso da força tendo o exército mais poderoso —não há maneira de intimidar o povo bolivariano, o povo venezuelano”, afirmou.

O chanceler falou sobre a necessidade de consolidar a unidade com os países soberanos e independentes e assim enfrentar as ações ingerencistas dos EUA.

“Vamos seguir com nossos amigos do mundo, com esta grande pátria que é a humanidade. Vamos seguir abrindo os caminhos para a liberdade em cada um das regiões desta imensa pátria que é a humanidade”, disse.

No último domingo um toal 9.132.655 venezuelanos votaram para eleger o presidente da República e integrantes dos conselhos legislativos. O candidato da Frente Ampla da Pátria, Nicolás Maduro, ganhou as presidenciais ao conseguir 6.190.612 votos.

Foto: @CancilleriaVE

Comentários: