Brasília, 14 de setembro de 2021 às 11:32
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 29/07/2021 9:18

‘Aplicaremos nossas leis’: EUA podem tomar medidas após fornecimento de sistemas S-400 à Índia

.

DEFESA

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, expressou a preocupação de Washington pelo fornecimento de sistemas de defesa antiaérea russos S-400 à Índia.

Anteriormente o embaixador da Índia na Rússia, Datla Bala Venkatesh Varma, confirmou que o primeiro lote de sistemas de defesa antiaérea S-400 chegará à Índia no final de 2021.

“Temos nossas leis, aplicaremos nossas leis, compartilhamos nossas preocupações com a Índia acerca desta questão […] Veremos como evoluem as coisas nos próximos meses”, afirmou Blinken em uma entrevista ao jornal The Times of India durante sua recente visita a Nova Deli. O texto da entrevista foi publicado no site do Departamento de Estado dos EUA.

Em outubro de 2018, Moscou e Nova Deli assinaram um contrato para o fornecimento de cinco regimentos de sistemas S-400 em um valor superior a US$ 5 bilhões (R$ 25,7 bilhões na cotação atual). Este negócio já foi chamado o maior da história da Rosoboronexport, corporação estatal russa de exportação de armas, nota-se ainda que os pagamentos dos complexos russos serão feitos em rublos.

Sistema de defesa antiaérea S-400 Triumph em Sevastopol
© SPUTNIK / ALEKSEI MALGAVKO
Sistema de defesa antiaérea S-400 Triumph em Sevastopol

Washington tem se oposto à venda dos S-400 a diversos países, sancionando ou ameaçando sancionar os que os comprem, incluindo as suas aliadas Turquia e Índia.

Um regimento de mísseis S-400 é composto por 16 lançadores múltiplos com quatro mísseis cada um. O S-400 (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de atingir caças furtivos, mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos táticos e mísseis tático-operativos.

Com um alcance de até 400 quilômetros, os mísseis interceptores do sistema podem atingir alvos em altitudes de até 30 quilômetros.

Comentários: