22.5 C
Brasília
terça-feira, 18 junho, 2024

Analistas chineses indicam objetivo do ataque ucraniano ao Kremlin

© Sputnik / Ilia Pitalev

Sputnik – Ao lançar um ataque de drones contra o Kremlin, Kiev quis demonstrar sua força e frustrar o desfile militar do Dia da Vitória, opinaram analistas chineses.

O Dia da Vitória ou 9 de Maio é uma data muito importante na Rússia, em que se celebra o fim da Grande Guerra pela Pátria (parte da Segunda Guerra Mundial, compreendida entre 22 de junho de 1941 e 9 de maio de 1945, limitada às hostilidades entre a União Soviética e a Alemanha nazista e seus aliados).

Segundo o ex-editor-chefe do jornal chinês Global Times, Hu Xijin, o objetivo real era minar a confiança da sociedade russa na vitória antes do feriado que se aproxima.

“Em minha opinião preliminar, o objetivo real dessa ação não era cometer um assassinato com sucesso, isso não é tão importante, mas criar um choque, para atrapalhar o desfile do Dia da Vitória na Praça Vermelha de Moscou, em 9 de maio”, escreveu Xijin.

O Kremlin de Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 03.05.2023

Operação militar especial russa

Kremlin: hoje de madrugada o regime de Kiev tentou atacar com drones residência do presidente russo

Segundo ele, após o início do conflito, a Rússia atingiu somente importantes infraestruturas e centros de comando ucranianos, mas nunca realizou ataques aéreos contra o Gabinete do presidente ucraniano, Vladimir Zelensky.
“Quando a Rússia e a Ucrânia começarem a atacar abertamente os gabinetes dos presidentes uma da outra, quando a eliminação dos presidentes se tornar um dos meios de confronto, isso significará que o conflito entrou em uma fase mais incontrolável, que se tornará ainda mais difícil e que as baixas de ambos os lados vão aumentar”, afirma o ex-editor-chefe.
Outro especialista, Liu Hong, editor-chefe adjunto da revista Global, da agência Xinhua, acha que o ataque de drones ao Kremlin ultrapassa todos os limites.
“Esse ataque ao Kremlin é um sinal muito ruim de que algumas linhas vermelhas foram ultrapassadas e que uma série de batalhas sangrentas foi iniciada”, disse ele na rede social chinesa WeChat.
Vyacheslav Volodin, presidente da Duma, câmara baixa do Parlamento russo, fala em sessão plenária do órgão, foto publicada em 28 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.05.2023

Operação militar especial russa

Após ataque ao Kremlin, líder da Duma russa sugere nomear regime de Kiev como organização terrorista

Como lembra o especialista, Moscou descreveu o ataque como uma tentativa de assassinar o presidente Vladimir Putin, mas acha que a probabilidade de os ataques de Kiev ao chefe de Estado serem bem-sucedidos era muito baixa.
Liu Hong concorda com a opinião de que a ação tinha como objetivo principal o impacto psicológico na sociedade russa na véspera do feriado nacional e não um alvo militar.
O analista está convencido de que, embora o lado ucraniano não admita ter realizado ataques no território russo, haverá cada vez mais bombardeios e esse ataque provavelmente não vai ser o último.
A vista mostra a sede do Ministério das Relações Exteriores em Moscou, na Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 04.05.2023

Panorama internacional

MRE russo: culpados do ataque com drones ao Kremlin sofrerão punição severa e inevitável

Na quarta-feira (3), o serviço de imprensa do Kremlin informou que a Ucrânia tentou atacar a residência do presidente Vladimir Putin no Kremlin com dois drones.
Os militares e os serviços de segurança conseguiram desativá-los usando sistemas de controle de radar. O chefe de Estado não foi ferido na tentativa de ataque, uma vez que não estava no Kremlin, e sua agenda de trabalho permaneceu inalterada.

O Kremlin classificou o ataque à residência do presidente como um ato de terrorismo e um atentado contra sua vida, enfatizando que Moscou se reserva o direito de retaliar onde e quando achar necessário.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS