Brasília, 2 de dezembro de 2021 às 12:20
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 12/10/2018 9:56

Altman: Haddad deveria buscar o voto lulista, não das elites

.

Brasil 247

O jornalista Breno Altman expôs sua análise semanal à TV 247, observando as últimas pesquisas que apontam o crescimento de Jair Bolsonaro no segundo turno; ele afirma que, para ocorrer uma reviravolta na campanha, a tática do PT deve ser em busca dos eleitores das camadas médias intermediárias lulistas, e não a busca pela conquista de eleitores da centro-direita; “Bolsonaro sai na frente e tenta conquistar essa parcela da sociedade”, alerta; assista a íntegra da análise.

O jornalista analisa as últimas pesquisas que apontam uma larga vantagem de Bolsonaro sobre Haddad. “O PT precisa retirar da extrema direita sete milhões e meio de votos, é uma tarefa difícil, mas não impossível”, opina.

Ele ressalta que a busca agora é pelos eleitores que podem ser conquistados por Fernando Haddad. “Para existir uma reviravolta nas eleições, é preciso ganhar o voto das camadas médias intermediárias, cuja a vida melhorou durante os governos de Lula”, observa.

Segundo afirma Altman, o eixo fundamental da campanha deve ser a economia. “Devemos desconstruir o programa eleitoral de Bolsonaro, dizendo que é uma versão piorada de Temer”, argumenta.

Altman segue sua exposição eleitoral, abordando a estratégia da campanha do PT, ressaltando que Haddad deve buscar “votos lulistas e não das elites”.

Ele alerta que o eleitor estratégico das camadas populares está sendo conquistado pela extrema-direita.”O eleitorado popular está  sendo atingindo por Bolsonaro”, aponta

Comentários: