Brasília, 19 de junho de 2021 às 09:30
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 12/05/2021 9:59

21° Assembleia do Povo Xukuru 

.

Limolaygo Toype: Na aldeia, nas redes e na rua

 

Wagner Antonio França

A Assembleia do Povo Xukuru, que este ano acontecerá de forma totalmente online pela Ororubá Filmes, dos dias 17 até o dia 20 de maio, com o tema: “Limolaygo Toype: Na aldeia, nas redes e na rua” terá uma ampla programação envolvendo debates de conjuntura, palestras, celebrações religiosas e culturais, buscando com isso fortalecer o protagonismo da luta dos povos originários no Brasil, além de traçar uma estratégia de atuação. A programação ainda será liberada.

Nesta 21° edição, reafirmando o compromisso com a memória de luta do Cacique Xicão, o evento acontece dentro de um cenário nacional que coloca ainda mais em xeque a necessidade de organização e de ação dos povos tradicionais, que vem sofrendo diversos ataques e retiradas de direitos por parte do governo federal. As políticas públicas do Ministro Ricardo Sales, que ficaram evidentes na sua fala de “passar a boiada”, ganharam proporções internacionais e continuam afetando diretamente o povo brasileiro.

O Governo Federal transferiu o Serviço Florestal Brasileiro do Ministério do Meio Ambiente para o Ministério da Agricultura, um gesto que deixa evidente o compromisso com os grandes ruralistas. Flexibilizou e reduziu as multas por questões ambientais e agora está utilizando a FUNAI, órgão historicamente criado para atuar em defesa dos povos indígenas, como um instrumento para perseguir e silenciar grandes lideranças nacionais que atuam denunciando esse cenário de cada vez mais violência contra o povo indigena. Não por acaso, o relatório de Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) divulgou no último ano uma escalada sistêmica de violência generalizada contra os 305 povos brasileiros.

O Povo Xukuru recentemente vem conseguindo, através de muita luta, obter vitórias significativas para o seu povo. Primeiro a conquista na ONU que compreendeu as constantes violações do Estado Brasileiro contra o povo Xukuru e agora, mais recentemente, a vitória no primeiro turno do Cacique Marcos como prefeito nas eleições municipais de Pesqueira, embora ainda não tenha assumido o cargo por conta de uma evidente perseguição institucional que ainda está se desenvolvendo..

A 21° Assembleia do Povo Xukuru, que já se tornou um marco no calendário de luta dos movimentos sociais e vem nesta sua edição ampliar o diálogo para além das mais de 20 aldeias que compõem o território, mostrando que cada um e cada são fundamentais para fortalecer as nossas raízes, resgatar o que há de verdadeiramente brasileiro em nossos corações e fazer com que as conquistas sejam cada vez mais ampliadas e multiplicadas.

Diga ao povo que avance!

Comentários: