Brasília, 29 de junho de 2022 às 01:44
Selecione o Idioma:

Venezuela

Postado em 06/04/2022 10:02

Venezuela avança na investigação sobre a morte dos povos indígenas

.

Caracas (Prensa Latina) O Ministério Público venezuelano anunciou hoje que as investigações estão progredindo para determinar os fatos e punir os responsáveis pela morte de quatro índios Yanomami na região amazônica.

O procurador geral, Tarek William Saab, informou na terça-feira, através de sua conta no Twitter, que os magistrados designados e o ministério estão realizando investigações conjuntas com o Corpo de Investigações Científicas, Criminais e Criminalistas (Cicpc) para esclarecer os fatos.

Explicou que o 91º Ministério Público de jurisdição indígena está coordenando o processo, juntamente com os de direitos humanos e responsabilidade do adolescente e das crianças e adolescentes vítimas.

Para este caso, o Ministério Público nomeou em março passado o Procurador Nacional Indigenista e o Procurador de Direitos Humanos para investigar, juntamente com o CICPC, a queixa sobre o confronto ocorrido no estado do Amazonas entre Yanomami indígenas e oficiais militares.

O incidente ocorreu há semanas, após um confronto com membros da aviação militar venezuelana, quando os oficiais se recusaram a compartilhar o acesso à Internet com os habitantes da comunidade, e como resultado, quatro membros da etnia Yanomami morreram.

A partir do momento do grave incidente, os órgãos de justiça venezuelanos garantiram que seria investigado e os culpados seriam processados, enquanto a sociedade civil se pronunciou contra o incidente e exigiu justiça.

Comentários: