Brasília, 29 de junho de 2022 às 17:09
Selecione o Idioma:

Venezuela

Postado em 27/04/2022 7:41

Questões e direitos da mulher serão debatidos na Venezuela

.

Caracas (Prensa Latina) Direitos sociais e reprodutivos, igualdade salarial e as consequências das guerras são alguns dos temas a serem debatidos nesta terça 26) na Venezuela pelas delegadas ao 17º Congresso da Federação Democrática Internacional das Mulheres (Fedim).

O evento, inaugurado na véspera no Hotel Meliá Caracas, em Caracas, centrará suas discussões nesta terça-feira nos problemas mais urgentes que afetam este setor da sociedade e suas principais demandas históricas.

 debatiran-en-venezuela-sobre-problematicas-y-derechos-de-las-mujeres

Durante o discurso de abertura, a Ministra para Assuntos da Mulher e Igualdade de Gênero, Diva Guzmán, destacou que este evento reúne os pensamentos das mulheres de todo o mundo e que os intercâmbios promoverão o avanço das lutas feministas na Venezuela e no mundo.

Por sua vez, a coordenadora do escritório regional latino-americano de Fedim, Alicia Campo, disse ao Prensa Latina que um dos objetivos é também fortalecer as organizações afiliadas e promover a incorporação do maior número possível de jovens para garantir a continuidade da organização.

Outro dos objetivos da reunião, que vai até 30 de abril, é reforçar todas as questões relacionadas aos direitos das mulheres, desde a igualdade de remuneração até o direito ao aborto, educação, saúde e violência de gênero, mas acima de tudo, destacou Campos, a luta contra o imperialismo e suas ações coercitivas contra as nações.

 debatiran-en-venezuela-sobre-problematicas-y-derechos-de-las-mujeres

A representante do Movimento de Mulheres Clara Zetkin da Venezuela, Yaquelin López, ressaltou a esta agência a importância deste Congresso e salientou que durante estes dias elas debaterão e trocarão ideias em termos de suas próprias e comuns lutas, assim como exporão suas realidades.

Enquanto isso, o vice coordenador árabe de Fedim, Wafy Ibrahim, destacou que “o fato de este evento estar sendo realizado na Venezuela envia uma mensagem ao mundo, vindo aqui e sentindo o fervor bolivariano nos faz felizes, nos honra e nos dá forças para continuar lutando contra as agressões imperiais”.

Comentários: