Brasília, 29 de junho de 2022 às 16:25
Selecione o Idioma:

Nicarágua

Postado em 06/02/2022 7:29

Nicarágua construirá 35 mil casas nos próximos três anos

.

Manágua (Prens Latina) O governo da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) na Nicarágua inclui hoje entre suas projeções a construção de 35.000 unidades habitacionais sociais nos próximos três anos.

De acordo com o Ministro de Finanças e Crédito Público da América Central, Iván Acosta, o plano também inclui novas casas para famílias na costa do Caribe Norte que foram afetadas pelos furacões Eta e Iota em novembro de 2020.

Dados oficiais revelam que esses fenômenos meteorológicos afetaram cerca de 1,8 milhões de pessoas e causaram inundações, deslizamentos de terra, destruição de casas e meios de subsistência para a produção agrícola e pesqueira e impacto negativo sobre o meio ambiente e os recursos naturais.

Segundo o ministro, as linhas de financiamento destes projetos sociais, conhecidos no país como habitação solidária, contêm 174 milhões de dólares alocados pelo Banco Centro-Americano de Integração Econômica (BCIE), através do Instituto de Habitação Urbana e Rural e 60 municípios.

O Banco Mundial também concedeu um crédito avaliado em 42 milhões de dólares, dedicado à atenção de áreas de desastre e aos danos causados por Eta e Iota, processo já aprovado e em fase de preparação, organização, licitação e adjudicação de contratos para construtores.

O executivo chefiado por Daniel Ortega e Rosario Murillo também promoverá a construção de 10.000 casas através do programa habitacional Bismarck Martínez e do setor privado, e outro grupo se beneficiará da implementação de uma iniciativa semelhante com capital chinês.

Comentários: