Brasília, 1 de julho de 2022 às 17:13
Selecione o Idioma:

Bolívia

Postado em 04/03/2022 8:43

Marcha pacífica na Bolívia pelo Dia da Mulher

.

La Paz (Prensa Latina) A Confederação Feminina Bartolina Sisa, da Bolívia, organiza para este 8 de março, Dia Internacional da Mulher, uma marcha pacífica de organizações de mulheres.

Como a executiva da Confederação, Flora Aguilar, comentou à TV Bolívia, nesta data em que se pretende conscientizar sobre o papel das mulheres na sociedade, elas também devem lamentar o número alarmante de feminicídios e infanticídios ocorridos em 2022.

Os manifestantes vão exigir justiça para as vítimas do golpe de Estado de 2019 e dos massacres perpetrados em Sekata e Sacaba, onde várias mulheres perderam a vida e outras ficaram viúvas e seus filhos órfãos, disse a líder.

Eles também condenarão todas as formas de racismo e discriminação como a vivida durante o governo de fato (que se seguiu à saída forçada do presidente Evo Morales).

Aguilar anunciou que trabalharam em três projetos de lei que apresentarão na marcha, convocada em La Ceja, na cidade de Alto, até o centro de La Paz.

Eles também vão expor novas alternativas e projetos focados em alcançar maior celeridade na justiça, informou a TV Bolívia.

Comentários: