Brasília, 12 de maio de 2022 às 21:01
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 05/09/2020 9:23

Mais de 410 mil mortes pelo Covid-19 são previstas nos Estados Unidos

.

Washington, (Prensa Latina) Mais de 410.000 mortes pelo coronavírus SARS-Cov-2, que causa Covid-19, poderiam ocorrer nos Estados Unidos até 1ú de janeiro, de acordo com novas projeções divulgadas hoje.
O portal digital Worldmeter conta mais de 191 mil mortes e seis milhões de 336 mil casos da doença neste país, com os maiores prejuízos em todo o mundo e as críticas constantes à administração do Presidente Donald Trump a este respeito.

De acordo com o modelo do Institute for Health Metrics and Evaluation of the University of Washington, o número de novas mortes nestes quase quatro meses para o início de 2021 excederia o acumulado até agora.

A fonte diz que 122.000 vidas poderiam ser salvas com o uso máscara, e o número de mortes seria maior — mais de 620.000 — se todas as restrições fossem relaxadas.

Devido em parte à diminuição da vigilância do público, a taxa de mortalidade poderia chegar a 3.000 mortes por dia em dezembro, dizem as previsões.

Ontem, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) previram 211.000 mortes até 26 de setembro, um número conservador, de acordo com várias vozes.

Em uma carta, os legisladores democratas pediram a essas agências federais que revisassem suas diretrizes da Covid-19 e recomendassem não fumar cigarros tradicionais ou eletrônicos ou mascar tabaco nas escolas.

A carta citou um estudo que sugere que os jovens usuários de cigarros eletrônicos podem ter cinco vezes mais probabilidade de serem diagnosticados com a condição do que os não-fumantes.

Devido ao risco à saúde pública representado por este coronavírus, o CDC deveria agir com rapidez e força, escreveram o Representante Raja Krishnamoorthi e o Senador Dick Durbin na comunicação.

Comentários: