Brasília, 27 de outubro de 2021 às 04:22
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 13/09/2021 9:45

Irã autoriza inspetores da ONU a voltarem a registrar atividades em suas instalações nucleares

.

ORIENTE MÉDIO E ÁFRICA

Sputnik – Irã vai permitir que os especialistas da ONU voltem a gravar em vídeo as atividades em suas usinas nucleares depois de os peritos internacionais terem sido impedidos de aceder aos arquivos desde fevereiro de 2021.

Mohammad Eslami, recém-nomeado chefe da Organização de Energia Atômica do Irã (OEAI), e Rafael Grossi, diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) – órgão de vigilância nuclear das Nações Unidas – se reuniram no domingo (12) atenuando um impasse entre Teerã e o Ocidente.

O Irã autorizou os inspetores internacionais a voltarem a utilizar câmeras de vigilância nas suas instalações nuclearesescreve Politico.

“Concordamos sobre a substituição dos cartões de memória das câmeras da agência”, disse Eslami citado pela mídia iraniana.

Máquinas centrífugas na instalação de enriquecimento de urânio de Natanz, a 250 quilômetros da capital Teerã (foto de arquivo)
© AP PHOTO / IMPRENSA ASSOCIADA
Máquinas centrífugas na instalação de enriquecimento de urânio de Natanz, a 250 quilômetros da capital Teerã (foto de arquivo)

“Os inspetores da AIEA estão autorizados a colocar em serviço o equipamento identificado e a substituir os seus suportes de armazenamento, que serão mantidos sob a proteção conjunta da AIEA e da OEAI”, lê-se em uma declaração conjunta das entidades.

No entanto, não foram feitas clarificações adicionais sobre se o Irã entregaria ou não as cópias das gravações mais antigas mantidas nas instalações nucleares.

No início deste mês, a AIEA criticou o Irã por bloquear uma investigação sobre atividades anteriores e colocar em risco um importante trabalho de monitoramento, supostamente complicando os esforços para retomar as negociações sobre o acordo nuclear.

Comentários: