Brasília, 2 de julho de 2022 às 02:12
Selecione o Idioma:

Estados Unidos

Postado em 06/02/2022 7:47

EUA sem data para o restabelecimento do trabalho consular em Cuba

.

Washington (Prensa Latina) Os Estados Unidos ainda não definiram a data para restabelecer o trabalho consular em sua embaixada na Havana, informaram nesta sexta (04) fontes oficiais.

Segundo relatos da mídia, o subsecretário de Estado para Assuntos Hemisféricos, Brian A. Nichols, declarou em audiência no Congresso nesta quinta-feira que em uma data ainda não prevista enviarão funcionários do serviço consular à sede em Cuba para aumentar o processamento de vistos para requerentes cubanos.

A Casa Branca retirou 60% de seus funcionários diplomáticos da ilha em outubro de 2017, acusando autoridades cubanas sem evidências de serem a causa de uma doença misteriosa causada por supostos ataques sônicos.

Ao final, várias análises de especialistas e agências estadunidenses indicaram que careciam de elementos para sustentar a acusação.

Um relatório interno divulgado no início de 2021 revelou que o presidente Donald Trump acusou Havana sem provas e que a má gestão e a falta de coordenação dominaram sua resposta a esses supostos “ataques”.

Biden, por enquanto, evitou apontar publicamente para qualquer país e seu governo continua investigando a origem desses incidentes que ocorrem em vários países.

Um relatório da CIA citado pela rede NBC descartou que a chamada “síndrome de Havana” seja resultado de uma campanha dirigida por um país inimigo de Washington, e as causas ainda são desconhecidas.

Em seus comentários, Nichols respondeu a uma pergunta do deputado Joaquin Castro, democrata do Texas, que questionou as limitações impostas aos serviços consulares em Havana e o fluxo de remessas de cubano-americanos, medidas coercitivas aplicadas pela Casa Branca entre as mais de 240 autorizadas por Trump para endurecer o bloqueio. “Seguindo as instruções do presidente, o Departamento de Estado revisou o pessoal da Embaixada dos Estados Unidos em Havana e planeja aumentar o número de funcionários para facilitar a participação diplomática, consular e da sociedade civil com segurança adequada”, disse.

O subsecretário norte-americano reconheceu os efeitos causados aos cidadãos cubanos ao solicitar vistos fora de seu país.

No comparecimento do responsável da região pelo Departamento de Estado, também surgiu que Washington ainda está analisando propostas para aliviar as restrições impostas às remessas para Cuba, seriamente limitadas desde outubro de 2020, quando Trump proibiu as operações da Western Union com a ilha .

Um relatório entregue pelos Departamentos do Tesouro e de Estado à Casa Branca em julho de 2021 ainda está em “processo de revisão”, justificativa usada para estender a validade dessas ações coercitivas.

A falta de um calendário para realizar qualquer ação indica que o processo ainda pode ser atrasado, segundo especialistas, coincidindo com o 60º aniversário da aplicação do bloqueio

Comentários: