Brasília, 14 de maio de 2022 às 03:24
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 15/12/2021 6:18

China propõe maior coordenação com Rússia sobre questões globais

.

Beijing (Prensa Latina) O presidente chinês Xi Jinping propôs hoje ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, uma coordenação e comunicação mais estreita sobre questões globais para garantir a proteção das normas e leis internacionais.

Durante uma reunião por videoconferência, o presidente disse que era necessário unificar forças contra a tentativa de alguns países de interferir nos assuntos internos de outros e até violar disposições globais, sob a bandeira da democracia e dos direitos humanos.

Ele propôs aproveitar o peso de ambos os poderes em fóruns como as Nações Unidas, o grupo Brics e a Organização de Cooperação de Shanghai para levantar sua voz a favor da governança global e da busca de soluções práticas para problemas como a mudança climática, a pandemia de Covid-19 e os conflitos regionais.

Xi defendeu que Beijing e Moscou deveriam cerrar fileiras contra atitudes hegemônicas, mentalidade da Guerra Fria e unilateralismo, apoiar-se mutuamente enquanto avançam na implementação de suas agendas políticas, e não permitir interferências externas na região sob qualquer pretexto.

Destacando o bom estado das relações bilaterais e definindo-as como uma referência no mundo de hoje, o líder chinês expressou sua vontade de expandir as oportunidades de cooperação em setores como energia, comércio, transformação industrial, inovação tecnológica, saúde e o desenvolvimento de vacinas anti-Covid-19.

Sobre a pandemia, ele sugeriu que fossem acordadas medidas práticas para prevenir e neutralizar o contágio transfronteiriço.

Entre outras coisas, Xi convidou Putin para participar da abertura dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de Beijing-2022 e garantiu que a visita seria mais um momento para um intercâmbio aprofundado sobre questões de interesse comum.

Este foi o 37º intercâmbio entre os dois presidentes e o contato anterior foi no verão passado, quando anunciaram a prorrogação por mais cinco anos do Tratado de Boa Vizinhança e Cooperação Amigável, assinado há 20 anos e considerado um marco porque permitiu que seus governos fortalecessem a comunicação estratégica e a confiança mútua.

Nessa ocasião, Xi afirmou que, através de sua estreita cooperação, ambos os países injetaram energia positiva na comunidade internacional, justamente quando o mundo está passando por um período de turbulência e o desenvolvimento humano está enfrentando múltiplas crises.

Enquanto isso, Putin enfatizou a determinação dos dois países de “transformar a fronteira comum em uma faixa de paz e amizade eternas”.

Comentários: