Brasília, 17 de agosto de 2022 às 18:44
Selecione o Idioma:

Charge

Postado em 25/05/2022 12:19

Chile adia para 2024 o Censo Populacional devido à pandemia

.

Santiago do Chile, 25 mai (Prensa Latina) O governo chileno adiou o Censo da População e Habitação para o primeiro semestre de 2024 por razões técnicas devido ao impacto da Covid-19, fontes oficiais anunciadas hoje.

Em uma declaração conjunta, o Ministério da Economia e o Instituto Nacional de Estatística (INE) anunciaram que a data específica para o desenvolvimento deste processo será entre março e junho de 2024, um ano depois do planejado.

Eles explicaram que a decisão se deve a razões técnicas derivadas em grande parte da situação sanitária do país em relação à pandemia, o que impediu a execução de um plano de testes abrangente para garantir um processo de implementação sem sobressaltos para o Censo.

Explicaram que a medida tem o apoio dos membros do Comitê Consultivo do Censo, que se reuniram na última segunda-feira com o Ministério da Economia e o INE, e recomendaram o adiamento da data, pois é necessário pelo menos um ano para os ajustes.

De acordo com as autoridades, o Censo é uma tarefa nacional, que fornece informações relevantes sobre o número de pessoas que vivem no território nacional e sua caracterização.

Este processo, destacaram, requer trabalho de projeto, preparação e teste para minimizar quaisquer inconvenientes no trabalho de implementação no campo, a fim de garantir a máxima qualidade e confiabilidade dos dados que durarão até o próximo censo.

Com relação às necessidades estatísticas do país, eles indicaram que “o Censo abreviado realizado em 2017 permite cobrir adequadamente as atuais exigências de informação para a tomada de decisões oportunas e relevantes no campo das políticas públicas até 2025”, quando os resultados do Censo 2024 serão divulgados.

Comentários: