Brasília, 10 de agosto de 2022 às 16:21
Selecione o Idioma:

Nossa América

Postado em 30/11/2021 10:56

Barbados se torna mais nova república afastando rainha Elizabeth II como chefe de Estado (VÍDEO)

.

© REUTERS / POOL

Sputnik – Em uma iniciativa que tinha sido debatida há anos, a primeira-ministra Mia Mottley anunciou em 2020 que Barbados, uma ex-colônia do Reino Unido, se tornaria uma república em novembro de 2021 no 55º aniversário da sua independência, afastando a rainha britânica como chefe de Estado.
A ilha caribenha de Barbados – uma antiga colônia do Reino Unido – foi declarada uma república, afastando a rainha Elizabeth II como chefe de Estado e rompendo com a sua história colonial.
A transição foi realizada solenemente na presença do príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, enquanto o estandarte real foi arriado na Praça dos Heróis em Bridgetown, capital da nação insular.
Sandra Mason foi empossada como a primeira presidente de Barbados. Em uma mensagem para Mason, a rainha disse que estendeu suas “felicitações a você e a todos os barbadianos” ao enviar seus votos para “de sua felicidade, paz e prosperidade no futuro”, enfatizando a importância da “continuação da amizade” com o Reino Unido.
Falando durante o Discurso do Trono anual em nome da primeira-ministra Mia Mottley, a então governadora-geral disse:

“Chegou a hora de deixar para trás totalmente o nosso passado colonial. Barbadianos querem um chefe de Estado barbadiano”.

Barbados tinha alcançado a independência em 1966, tornando-se uma democracia parlamentar e uma monarquia constitucional, com a rainha sendo a chefe de Estado simbólica.
A última vez que a rainha Elizabeth II foi removida do cargo de chefe de Estado foi em 1992, quando a ilha de Maurício, situada no oceano Índico, proclamou-se uma república.

Comentários: