Brasília, 22 de outubro de 2021 às 16:50
Selecione o Idioma:

Nossa América

Postado em 07/06/2020 11:37

Assembléia Constituinte da Venezuela reitera solidariedade com Cuba

.

Caracas, (Prensa Latina) A Assembléia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela ratificou neste sabado (06) os sentimentos de solidariedade com Cuba, condenando a inclusão da ilha na lista espúria de Estados Unidos de nações que não cooperam na luta contra terrorismo.
‘Consideramos a decisão infame … um novo ataque à soberania e à autodeterminação dos povos’, enfatizou o ANC em comunicado, alertando a comunidade internacional para ‘as intenções astutas por trás desse tipo de ataques ‘que buscam criar condições políticas para novos ataques.

O órgão plenipotenciário rejeitou a política externa do governo de Washington, caracterizada, afirmou, ‘pela violação permanente do Direito Internacional Público e, principalmente, pela imposição de medidas coercitivas unilaterais a outras nações do mundo que não subordinam sua política neocolonial de abusos e saques. ‘

O ANC lembrou que Cuba sofre há décadas de um bloqueio econômico, comercial e financeiro genocida que procura sufocar a vontade do governo socialista e desmoronar o moral do povo da nação caribenha.

Da mesma forma, ele saudou a visão internacionalista e humanista da diplomacia cubana, destinada a defender a paz e a soberania das nações e a construir o mundo multipolar e multicêntrico.

Nesse sentido, o ANC destacou o papel fundamental de Cuba e Venezuela na consolidação dos Acordos de Paz assinados em Havana entre o governo colombiano e as extintas Forças Armadas Revolucionárias do Exército Popular da Colômbia, além de sediar o processo abortado. para o diálogo com o Exército de Libertação Nacional.

O órgão plenipotenciário destacou a solidariedade da ilha diante da pandemia de Covid-19, ao mesmo tempo em que exigia a cessação de ataques contra seu povo.

Comentários: